Palavra do Calendário da PANIB para Janeiro / Fevereiro de 2020: “A oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá” (Tg 5,15).

Palavra do Calendário da PANIB para Janeiro / Fevereiro de 2020: “A oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá” (Tg 5,15).

Palavra do Calendário da PANIB para Janeiro / Fevereiro de 2020:

A oração da fé salvará o enfermo e o Senhor o restabelecerá” (Tg 5,15).

 

Quando se ora com fé, Deus, em sua infinita bondade e misericórdia, restaurará a saúde do enfermo. Como seria maravilhoso se todos compreendessem essa grande promessa de Deus.

Acredito que muitos já tiveram experiências ou presenciaram algum milagre realizado por Deus em suas vidas, especialmente, em relação à cura de um familiar ou de um amigo enfermo.

A oração tem um poder que transcende nosso entendimento e por essa razão devemos orar com fervor e confiança, pedindo também a intercessão de nossa querida Mãe, Maria Santíssima.

Além da oração, todo doente necessita receber a unção dos enfermos do sacerdote para restaurar sua saúde espiritual já que Deus quer cuidar da pessoa por completo, não só da doença física. Isso é o que São Tiago nos diz em sua carta (Tg 5,14): “Está alguém enfermo? Chame os sacerdotes da Igreja, e estes façam oração sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor”.

A unção dos enfermos é um sacramento instituído por Cristo para dar-nos a saúde do corpo e da alma. Ungir os enfermos é uma prática que vem da época dos apóstolos. Em Mc 6,13, temos a passagem que Jesus envia os apóstolos a pregar o Evangelho e a curar os enfermos.

Esse sacramento proporciona uma graça especial, pois une o enfermo à Paixão de Cristo, dando-lhe paz de espírito, conforto e coragem. O doente recebe ainda outra graça que é o perdão dos pecados, uma vez que o sacerdote estará “in persona Christi”, absolvendo suas transgressões. Assim, livre do pecado, e pela vontade de Deus, o enfermo, mesmo em situação crítica, restabelecerá a saúde física e espiritual. Vale salientar também que esse sacramento prepara o enfermo para o encontro com Deus e sua passagem para a vida eterna.

Queridos irmãos e irmãs, a oração é o melhor presente que podemos oferecer e, ao mesmo tempo receber, pois nossas súplicas feitas com fé, esperança e caridade serão ouvidas por esse Deus que nos ama muito.

Termino a reflexão com as palavras de São Tiago: “Orai uns pelos outros para serdes curados porque a oração do justo, que vive pela fé, é poderosa e eficaz”.

Abraços fraternos,

Sérgio Koiti Noguchi – Paróquia São Gonçalo – São Paulo (SP)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *