O índio Raoni, líder indígena brasileiro, encontra com Papa Francisco, no Vaticano

O índio Raoni, líder indígena brasileiro, encontra com Papa Francisco, no Vaticano

O líder indígena Raoni Metuktire, que atua contra o desmatamento da Amazônia, foi recebido, dia 27/05/2019, pelo Papa Francisco, no Vaticano.

De acordo com o porta-voz do papa, Alessandro Gissoti, o encontro entre o pontífice e o indígena é referente ao preparo para a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos para a região Pan-amazônica, que será realizada de 6 a 27 de outubro deste ano.

Com o tema “Amazônia: Novos caminhos para a Igreja e para a Ecologia”, o Papa Francisco, junto com outros bispos, convidaram o mundo a refletir a respeito do tema e sobre novos caminhos de evangelização a serem elaborados. Esta é a primeira vez que a Igreja Católica apoia oficialmente atividades em favor do cuidado do meio ambiente.

Em outubro de 2015, o Papa Francisco já havia publicado a encíclica Laudato Si (Louvado Seja), atacando um modelo de desenvolvimento que considera injusto, convidando os fiéis católicos a tomarem medidas contra a exploração extrema do meio ambiente.

Para a Igreja, é importante escutar os povos indígenas e todas as comunidades que vivem na Amazônia. O encontro prevê um “futuro tranquilo” e o “bem viver” para as futuras gerações da região, além de indagar qual será a missão específica da Igreja diante dessa realidade.

Segundo Raoni Metuktire, a Amazônia está sofrendo com o desmatamento e também com a intensa extração de madeira por toda a região.

O cardeal brasileiro Cláudio Hummes, que será o relator geral do Sínodo dos Bispos, reconheceu recentemente que a defesa da Amazônia gera “muitas resistências e incompreensões”.

Atualmente, a Amazônia tem 390 povos, com diferentes identidades culturais e dialetos próprios, e tem cerca de 120 aldeias vivendo em isolamento voluntário. Essa região amazônica, compartilhado com nove países, o território é habitado por mais de 34 milhões de pessoas, contendo 20% da água doce não congelada do mundo e 34% de florestas primárias, além de 30% a 50% da fauna e flora de todo o planeta.

Fonte: Vatican News

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *