Papa Francisco quer visitar Hiroshima e Nagasaki

Papa Francisco quer visitar Hiroshima e Nagasaki

O Papa disse que gostaria de visitar as cidades atingidas pelo bombardeio atômico em resposta a um pedido dos prefeitos de Hiroshima e Nagasaki na Praça de São Pedro, no Vaticano.

O prefeito de Nagasaki, Tomihisa Taue, entregou uma carta assinada por ele e pelo prefeito de Hiroshima, Kazumi Matsui, ao líder da Igreja Católica Romana em 2 de maio de 2018, pedindo a ele que visitasse as duas cidades que foram atingidas pelo bombardeio atômico em agosto de 1945.

“O número de hibakusha (vítimas de bomba) que havia sido exposto à radiação após o bombardeio atômico está diminuindo a cada ano’, disse Taue no encontro com o papa. “Por favor, venha a Nagasaki e encoraje os sobreviventes da bomba atômica”.

O Papa Francisco respondeu que seria maravilhoso se ele pudesse visitar as duas cidades.

A carta dos prefeitos pediu ao papa que enviasse uma mensagem ao mundo sobre a abolição das armas nucleares ao visitar as duas cidades. A carta fez uma observação em relação à atual situação internacional, incluindo os planos dos EUA de construir armas nucleares “táticas” menores.

A pedido do papa, um cartão foi emitido (no final do ano de 2017) a funcionários da Igreja Católica Romana o qual mostrava a foto de um menino com seu irmão morto amarrado às suas costas após o bombardeio atômico de Nagasaki. O papa escreveu uma mensagem no verso do cartão que incluía a frase: “o fruto da guerra”.

Um original da foto foi anexado à carta dos prefeitos ao papa.

Em 1981, o Papa João Paulo II visitou o Parque Memorial da Paz em Hiroshima, a Igreja Católica Tenshudo em Nagasaki e instalações de bem-estar onde residem os hibakusha.

Fonte: Asahi – Imagem: Asahi, banco de imagens

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *