Campanha da Fraternidade 2019

Campanha da Fraternidade 2019

Pelo 56º ano consecutivo, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove a Campanha da Fraternidade (CF). A cada ano é apresentada uma realidade de fragilidade e de carência em nosso país e, neste ano especificamente, a reflexão se concentrará no tema Políticas Públicas e Fraternidade. Com a Campanha da Fraternidade, a Igreja do Brasil propõe que a Quaresma não fique apenas num bom desejo e em exortações teóricas, mas ajude nesse tempo de conversão a despertar uma cultura de fraternidade, a reforçar os princípios de justiça e a denunciar ameaças e violações da dignidade e dos direitos.

A Província Franciscana da Imaculada Conceição, através da Frente de Evangelização da Comunicação, entende que este momento é uma oportunidade especial para as pessoas discutirem e participarem das políticas públicas visando a construção de uma sociedade mais justa e fraterna. Para isso, produziu uma série de entrevistas, abordando diversos aspectos das políticas públicas e suas áreas de atuação, para fortalecer essa temática. Na abertura desta série, ninguém melhor do que o secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Ulrich Steiner, para falar do tema e do lema da CF, respectivamente: “Fraternidade e políticas públicas” e “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1, 27).

Como destaca Dom Leonardo na apresentação do texto-base da CF, “política pública não é somente a ação do governo, mas também a relação entre as instituições e os diversos atores, sejam individuais ou coletivos, envolvidos na solução de determinados problemas”.

Ao trazer à luz este tema, a Igreja do Brasil pretende conscientizar os cristãos da importância do envolvimento nas questões políticas e sociais, acompanhando o que já é realizado e cobrando novas ações para todos os cidadãos, sobretudo os que mais necessitam da atenção do Estado. “A Campanha da Fraternidade 2019 é um convite para uma maior participação das pessoas na elaboração e na implementação de Políticas Públicas, projetando, assim, o presente e o futuro do Brasil, amparado no direito e na justiça, livre das desigualdades que atingem os mais pobres. A participação nas Políticas Públicas na ótica da misericórdia torna-se caminho inspirador para a vida não só dos cristãos, mas de todas as pessoas de boa vontade”, aponta o texto-base da CF, nº263.

A série de entrevistas será publicada no site (https://noticias.franciscanos.org.br)

e estará disponível em áudio, no formato podcast, através da plataforma Soundcloud. As entrevistas poderão ser acessadas na Rede Católica de Rádio (RCR) em todo o país.

Confira os temas e os entrevistados:

Tema e Lema da CF | Entrevistado:     Dom Leonardo Ulrich Steiner

Bispo Auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB.

Conceito de Políticas Públicas | Entrevistado: Robert Soares do Nascimento

Agente de Pastoral, compõe o Núcleo em Educação e Direitos Humanos da UNISAL (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) e participa do Grupo de Trabalho de Justiça Restaurativa da Comarca de Americana (SP).

Política como exercício do bem comum | Entrevistado: Felix Fernando Siriani

Formado em Gestão de Políticas Públicas, especialista em Pedagogia Social, Pastoral Escolar e mestrando em Mudança Social e Políticas Públicas.

Doutrina Social da Igreja | Entrevistado: Prof. Dr. Fernando Altemeyer Junior

Chefe de Departamento de Ciência da Religião da PUC-SP.

Os franciscanos e o engajamento político | Entrevistado: Frei Vitorio Mazzuco

Mestre em espiritualidade e coordenador da Pastoral Universitária da USF.

A importância dos Movimentos Sociais na busca do bem comum | Entrevistado: Dom Guilherme Werlang

Bispo da Diocese de Lages (SC) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Social Transformadora da CNBB.

Políticas Públicas na área da saúde | Entrevistado: Fernando Pigatto

Presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS) e Representante da Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM).

Políticas Públicas na segurança | Entrevistado: Ricardo Bedendo

Jornalista e Mestre em Ciências Sociais, integra o núcleo de Estudos de Violência e Direitos Humanos da Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Políticas Públicas e Assistência Social | Entrevistada: Rosangela Pezoti

Doutora em Serviço Social, responsável pelas áreas técnica e de articulação política do Sefras – Serviço Franciscano de Solidariedade.

Políticas Públicas em favor dos negros | Entrevistado: Frei David Raimundo Santos

Presidente da Educafro (Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes).

Juventude e Políticas Públicas | Entrevistada: Anna Luiza Salles Souto

Coordenadora de Participação e Juventudes do Instituto Pólis

Importância da participação nos espaços de controle social | Entrevistada: Valdênia Paulino

Advogada, integra o Centro de Direitos Humanos de Sapopemba (SP)

Políticas Públicas em favor dos índios e dos povos originários | Entrevistado: Egon Heck

Integra o Conselho Indigenista Missionário – Cimi, regional do Mato Grosso do Sul.

Saúde e o bem comum | Entrevistado: Pe. Christian de Paul de Barchifontaine

Assessor Internacional dos Camilianos na Área da Saúde, Relações Públicas das Organizações Camilianas.

O exemplo concreto no Rio de Janeiro | Entrevistado: Adriano de Araújo

Sociólogo, coordenador do Fórum Grita Baixada.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *