ATO PELA PAZ reúne diversas representações religiosas

ATO PELA PAZ reúne diversas representações religiosas

Com o desejo de paz, diversas representações religiosas se reuniram na tarde do dia 15 de março, na Basílica Velha de APARECIDA, primeira morada de Nossa Senhora Aparecida, para um Momento de Oração e fraternidade.

Com a participação de representantes da tradição afro, protestantes, espíritas, muçulmanos, judeus e budistas, além de cristãos armênios e ortodoxos, a celebração marcou o comprometimento de cada denominação religiosa em viver e construir um mundo de paz e de respeito.

Thiago Leon

Celebração marca o comprometimento de cada denominação religiosa em viver e construir um mundo de paz.

“Eu penso que esta tarde é para nós, e creio que para as demais religiões, um momento histórico e um momento que vai fazer muito bem para a humanidade que tanto espera das suas religiões um exemplo de fraternidade, de compromisso ético e de oração e vida pela paz”, assim colocou Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida, ao acolher a todos os presentes.

O arcebispo lembrou o milagre do escravo Zacarias, enfatizando que o rompimento das suas algemas por meio da oração, representa romper as correntes de qualquer tipo de escravidão. “Isso é um sinal para nós da necessidade de romper as correntes do racismo, das desigualdades sociais e todo e qualquer tipo de escravidão”.

O ato inter-religioso contou com uma oração de cada uma das representações religiosas e todas, em suas colocações, lembraram a importância do respeito, do amor mútuo e da tolerância para a construção da paz. Além disso, as canções escolhidas e ministradas pelo PEMSA (Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida), também expressaram o desejo proposto no Momento de Oração, destacando a igualdade e o amor como apresenta as canções: ‘Iguais’ do padre Zezinho e ‘Monte Castelo’ do Legião Urbana.

Padre João Batista de Almeida, reitor do Santuário de Aparecida enalteceu a participação de todos na celebração e ressaltou o empenho de todas as religiões no compromisso com a paz. “Tão diferentes e tão iguais, assim somos nós aqui reunidos hoje pela primeira vez nesses 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida para expressar o nosso desejo de paz. Todas as religiões sonham com a paz e todas as religiões nos ensinam a buscar a paz, é um momento em que a gente reza com o outro e lembra que a tolerância e a boa convivência são instrumentos de construção da paz”, frisou.

 

O encontro inter-religioso foi organizado pelo Santuário de Aparecida juntamente com a Comissão de Ecumenismo e Diálogo Inter-Religiosos do Regional Sul1 da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e a Casa de Reconciliação de São Paulo.

 A ação integra as proposta da Campanha da Fraternidade desse ano, que trata da superação da violência, com o lema “Vós sois todos irmãos” (MT 23, 8), com o intuito de motivar a cultura da paz, guiada pela fé e o amor ao próximo. “Que a nossa fé seja a esperança de construção desse mundo tão sonhado”, destacou o reitor o Santuário de Aparecida ao agradecer a presença de todas as representações religiosas.

Fonte: A12 Aparecida

 

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *